TRADUTOR / TRANSLATER

TRADUTOR / TRANSLATER / TRADUCTEUR / TRADUCTOR / TRADUTTORE
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

SEGUIDORES DE MARMEL

TOTAL DE VISITANTES

TOTAL DE VISITANTES

Quem sou eu

Minha foto

Bem vinda(o) à página de Ton MarMel, Artista Visual, que desde criança manifestou dotes para pintura, desenho, escultura, frequentou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, recebeu inúmeros prêmios, participou de dezenas de salões de artes, exposições INDIVIDUAIS no Brasil e exterior, é Advogado, doutor em Direito Público há mais de 15 anos, que tem a missão de oferecer obras de artes, serviços artísticos experientes e conhecimentos de excelência com criatividade, segurança e eficiência, inclusive para ASESSESSORIA ARTÍSTICA, CONSULTORIA ON LINE.  (º--º)  Meu trabalho é conhecido e reconhecido por várias pessoas físicas e jurídicas pois presto serviços e ATENDIMENTOS INDIVIDUAIS E EM GRUPOS, inclusive como PALESTRANTE sobre arte social, direito, projetos sociais de relevância, desenvolvimento pessoal, motivação, empoderamento, liberdade emocional.



PESQUISAR NESTE SITE?

RECEBER NOTÍCIAS DE PUBLICAÇÕES? DIGITE E-MAIL

domingo, agosto 29, 2010

BRASIL DA DESIGUALDADE DE RENDA, EDUCAÇÃO E SAÚDE

Que o desenvolvimento não se dá da mesma forma e na mesmaintensidade com nada, com nenhuma pessoa e em nenhum lugar dio universo não énovidade. Mas ao considerar essas premissas o Programa das Nações Unidas para oDesenvolvimento (Pnud) desenvolveu o Índice de Desenvolvimento Humano daDesigualdade (IDH-D), ajustado de acordo com a desigualdade regional, dandomaior peso aos níveis mais baixos da escala social. Os aspectos considerados são os mesmos do IDH tradicional: renda, educação e saúde. O estudo mostraque, em um cenário em que se dá grande ênfase à disparidade, os países maispenalizados são Nicarágua, Bolívia, Honduras e Colômbia, e na ourta pontaestãoUruguai, Argentina e Chile.

No Brasil a desigualdade de renda é a que mais pesa sobroIDH COM QUEDA DE 22,3%, seguido da educação com 119,8% e saúde de -12,5%.

Na América Latina, a tendência é a mesma, segundo oRelatório Regional sobório Regional sobre o desenvolvimento Humano do Pnud queestuda a desigualdade.

O DOCUMENTO MOSTRA QUE A DESIGUALDADE NA REGIÃO É ALTA,PERSISTENTE E OCORRE EM UM CONTEXTO DEBAIXA MOBILIDADE SOCIAL.

Ora, ora, perguntam alguns: "U KITO TÊIM KUM IÇU?! (o que eutenho com isso?!).

- "Nadinha!!!". Poderia ser até respondido irônicamente, "-Nadinha!!!".

Mas, daí fica a pergunta: como andam os empregos na suacidade? Estão sobrando vagas?! Você conece alguém qe está desempregado ou nãoexiste mais iesso nde você mora?! Todos em sua casa estão felizes e satisfeitoscom os salários que ganham ou está sobrando muito mês no final do trabalho decada um?! Você conhece alguém que foi bem atendido e atendido rapídamente eeficazmente em algum hospital da rede pública?! Se cohece me apresente aimprensa ou fale para que esse felizardo compareça em algum comitê eleitoralpra dar depoimento e faturar um dinheirinho extra, porque a coisa está difícil.

Então, caras amigas e gentis cavalheiros, se a situaçãoproposta passou no crivo de todas as hipóteses elencadas, maravilha, podelevantar as mãos para a urna mais próxima e agradecer aos  amigos políticos de plantão. Mas se sua situaçãonão passou no teste porposto, então meus caros só resta mesmo uma alternativa,chorar o leite derramado porque não volta mais para o copo e ficar mais espertona próxima eleição. Afinal, se você não muda, nada muda com você e nem a suavolta, ou pior ainda, muda para pior sem dé nem piedade.

Saudações artísticas.

MARMEL
anTONio MARtins MELo